Imagem: Youtube

Vice-líder da base de Romero, em Campina Grande, insinua que Vereadores não tem caráter.

“Tem companheiros em nosso meio que não tem caráter”, disse ontem (29), durante a sessão ordinária na Câmara Municipal de Campina Grande, o vice-líder da situação o vereador Alexandre do Sindicato (PSD) sobre o comportamentos dos membros da base do prefeito Romero Rodrigues (PSD), que não estariam defendendo a gestão nos temas ‘espinhosos’ encaminhados pelo prefeito, com na apreciação de um veto do Poder Executivo a um projeto que trata sobre a proibição dos descontos dos empréstimos consignados dos servidores municipais.

As supostas verdades ditas ontem (29), pelo líder do governo aos seus colegas, ocorreu durante a sessão remota da Casa de Félix Araújo e começou quando o vice-líder da bancada governista, Alexandre Pereira (PSD), se absteve de votar a matéria. Foi então que o vereador Aldo Cabral (PSD) cobrou que Alexandre, na condição de líder, encaminhasse a votação da bancada governista. “Alexandre e João nem sequer estão encaminhando as votações. Alexandre disse que tinham colocado a gente em um bico de sinuca, mas ele mesmo quem botou, porque ele precisa ter uma posição”, falou Aldo. Vale ressaltar que a bancada do prefeito tem ampla maioria na Casa, com 19 dos 23 parlamentares da Casa.

Ao escutar a critica do companheiro de base, Alexandre disparou:  “Tem companheiros em nosso meio que não tem caráter que joga para galera […] Eu tenho posição, essa cidade me conhece e sofro desgaste por defender a gestão de Romero. Alguns desfrutam dela aqui nessa casa, mas não tem coragem de por a cara. Muitas vezes faz papel de oposição […] o prefeito Romero tem sofrido com isso”, disse.

Sem citar nomes, Alexandre disparou diversas acusações contra os colegas da bancada governista, a quem classificou como “sem caráter”. “Eu desafio a qualquer a dizer que eu estou mentindo, para eu dizer o nome e endereço. Eu sou líder e já paguei um preço muito alto por um vice-líder de assumir o que outros não tiveram coragem de assumir […] Defendam a gestão do prefeito Romero Rodrigues”, discorreu. Além desse tema, não se observa perante a mídia os aliados do prefeito Romero Rodrigues, defendendo a gestão de casos de corrupção que está envolvida como a ‘Operação Famintos’, que apura desvios milionários da merenda escolar por uma ‘Orcrim da Merenda’ instalada na gestão Romero. Veja a sessão: https://www.camaracg.pb.gov.br/noticias/videos/

Entenda a Operação Famintos

A ‘Operação Famintos’ foi desencadeada no dia 24 de julho em Campina Grande e outras cidades da Paraíba. Polícia Federal, Ministério Público Federal e Controladoria-Geral da União investigam um suposto esquema de desvios de recursos federais do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), geridos pela gestão do prefeito Romero em Campina Grande. O prejuízo ultrapassa R$ 2,3 milhões.

Segundo o MPF, foi instaurado um inquérito para apurar supostos delitos relacionados a licitações e contratações fraudulentas no município de Campina Grande, principalmente na Secretaria de Educação, envolvendo empresas de fachada e desvio de verbas provenientes de programas federais para compra de merenda escolar.

Veja quem já foi condenado

A Justiça Federal já condenou à prisão 16 pessoas, que integravam o ramo empresarial, responsável pelo desvio de verbas da merenda. Eles recorreram da decisão ao Tribunal Regional Federal da 5ª Região em Recife.

  • Frederico de Brito Lira – 161 anos de prisão
  • Renan Maracajá – 36 anos e 10 meses
  • Luiz Carlos Ferreira de Brito Lira – 14 anos e 4 meses
  • Flávio Souza Maia – 47 anos 10 meses 24 dias
  • Rosildo de Lima Silva – 12 anos 8 meses e 15 dias
  • Renato Faustino da Silva – 12 anos 7 meses e 15 dias
  • Severino Roberto Maia de Miranda – 72 anos e 9 meses
  • Katia Suênia Macedo Maia – 5 anos de reclusão
  • Marco Antonio Querino da Silva – 47 anos, 9 meses e 10 dias
  • Arnóbio Joaquim Domingos da Silva – 5 anos 5 meses e 15 dias
  • Josivan Silva – 13 anos e 10 meses
  • Ângelo Felizardo do Nascimento – 18 anos e 2 meses
  • Pablo Allysson Leite Diniz – 16 anos e 2 mmes
  • Lisecílio de Brito Júnior – 14 anos e 7 meses
  • André Nunes de Oliveira Lacet – 5 anos e 10 meses
  • Severino França de Macedo Neto – 16 anos e 2 meses

Da Redação com informações de Campina denúncia

Comentar

Seu endereço de email não será publicado.Campos marcados são obrigatórios *

*