Foto: Divulgação / Secom - PMCG

STTP, PRF e Policia Civil discutem integração de dados do projeto piloto de tecnologia de reconhecimento facial

Uma discussão sobre o projeto piloto do uso da tecnologia de reconhecimento facial foi o tema de uma reunião ocorrida na manhã da quarta-feira, 29, entre a STTP, PRF e a  Policia Civil.   

A proposta da parceria é a integração entre os órgãos, para a disponibilização da base de dados e do monitoramento em tempo real, do projeto de monitoramento facial para utilização no sistema de trânsito e transporte, e na segurança pública.  

O software, utilizado pela Prefeitura de Campina Grande a partir do período de pandemia, é capaz de gerar métricas como contagem de pessoas e o percentual de uso de máscaras de proteção individual do Covid-19, e está auxiliando o controle da doença e também nas medidas sanitárias dos responsáveis de saúde, e agora também poderá ser utilizado à serviço da segurança pública. O sistema, baseado em inteligência artificial, foi desenvolvido por uma equipe de especialistas da startup Nuveo, incubada na Fundação Parque Tecnológico da Paraíba.   

Segundo o superintendente da STTP, Félix Neto, o monitoramento coleta imagens de câmeras posicionadas na área central com maior tráfego de pedestres, como as ruas Peregrino de Carvalho e Marquês do Herval, além das proximidades da Praça da Bandeira, e agora deverá ser expandido para outros pontos, e conforme avaliação da equipe responsável, beneficiando também o trabalho da segurança pública.   

Estiveram participando do encontro os representantes da Policia Civil, da Policia Rodoviária Federal, o especialista em smartcity – André Agra, além dos membros dos setores de Controle Operacional de Transporte, da TI, e da Coordenadoria de Trânsito da STTP.  

 

Comentar

Seu endereço de email não será publicado.Campos marcados são obrigatórios *

*