Imagem: Divulgação Procon - Campina Grande

Pesquisa de preços do Procon Campina Grande referente a Cesta Básica de Outubro está disponível

De acordo com levantamento de preços realizado pelo Procon Campina Grande, no período de 09 a 11 deste mês em 60 supermercados da cidade, em outubro o valor da cesta básica regional custou ao campinense um valor médio de R$ 584,72 em comparação ao último mês de setembro, cujo preço foi de R$ 573,96. Constata-se, então, um aumento de 1,9%, ou seja, R$ 10,76.

A pesquisa da cesta básica regional de Campina Grande é composta pelos preços de 13 produtos da cesta básica alimentar (ração essencial mínima) e mais 39 produtos que entram na rotina de compras do consumidor paraibano. Esta última está organizada por grupos.

No grupo das carnes, observa-se uma variação de preços de até 14,99 reais no quilo da carne de sol entre os estabelecimentos visitados. Já no grupo dos farináceos, o pacote com 400 gramas do biscoito de água e sal apresentou uma diferença de preços alta (121,11%). O mesmo produto chega a custar uma faixa de preços que oscila de R$ 2,89 a R$ 6,39. No grupo higiene e limpeza, o pacote com quatro unidades de papel higiênico se destaca, variando 232,67%, ou seja, o produto pode ser encontrado a preços que vão de R$ 1,50 até R$ 4,99. E o pacote de 500 gramas do sabão em pó 500 por preços que variam entre R$ 1,05 e R$ 3,49.

No grupo das hortifrúti o quilo do pimentão verde apresentou oscilação de 214,50%; do chuchu 180,90% e da cebola 144,65%. Já nas frutas, o destaque vai para o mamão. O quilo do mesmo pode ser encontrado a preços que vão de R$ 1,39 até R$ 4,29. E para finalizar, no grupo dos temperos o preço do vinagre de álcool se sobressai. Para se ter uma ideia, 500 ml deste produto pode ser comprado a preços que vão de 0,92 centavos até 2,49 reais.

Segundo análise feita pelo Procon, de dezembro de 2019 para cá o preço da cesta básica regional vinha aumentando a cada mês. Entretanto, existiram reduções consecutivas e, nos últimos meses, os valores voltaram a crescer. No mês de dezembro de 2019 até janeiro de 2020, o aumento foi de 0,6%. De janeiro para fevereiro de aproximadamente 4,5%; fevereiro para março de 3,8% de aumento; março para abril o aumento foi de 5,4%; abril para maio aumento foi de 4,8%; maio para junho uma redução de -1,2%; junho para julho redução de -3,7%; julho para agosto redução foi -3,9% e de agosto para setembro foi verificado aumento de 0,6%. Do mês de setembro para o mês de outubro ocorreu mais um aumento, de 1,9%, o que equivale a R$ 10,76 de alta. Já a cesta básica alimentar também apresentou aumento de preços, de setembro para outubro a mesma subiu R$ 7,56, o que corresponde a 1,9% de alta.

A pesquisa completa está disponível no site do Procon Campina Grande no endereço https://procon.campinagrande.pb.gov.br/

Da redação com Procon-CG

Comentar

Seu endereço de email não será publicado.Campos marcados são obrigatórios *

*