Mais da metade da população na PB pretende presentear no Dia dos Pais, segundo Fecomércio

Mais da metade da população pretende presentear no Dia dos Pais, na Paraíba, segundo Fecomércio — Foto: Francisco França/Jornal da Paraíba

 

 

Mais da metade da população paraibana pretende presentear no Dia dos Pais, de acordo com a Fecomércio Paraíba. De acordo com a Pesquisa de Intenção de Compras para o Dia dos Pais, 54,25% dos filhos mostraram o desejo de presentear os pais na Região Metropolitana de João Pessoa. A pesquisa entrevistou 424 consumidores entre 16 a 23 de julho.

Entre as opções de presente, artigos de vestuário são os preferidos, citados por 46,88% dos entrevistados. Em seguida, aparecem os calçados (14,73%), perfumes (12,95%) e eletrodomésticos/eletroeletrônicos (9,82%). Neste último, os destaques ficaram por conta de smartphones (45,45%) e televisores (27,27%). Neste quesito, os respondentes puderam citar mais de um tipo de presente, por isso o somatório ultrapassa 100%.

A média de gasto pretendido pelos consumidores é de R$178,85. De acordo com o Instituto, a intenção de gastos subiu 7,64% em relação ao ano passado. A maior parte dos entrevistados (54,01%) deve comprar presentes com valores de até R$100,00.

Em relação à forma de pagamento, a maioria (53,12%) pretende comprar a prazo. Entre estes, 99,16% irão usar o cartão de crédito. Quanto aos que pretendem comprar à vista (46,43%), 74,04% querem fazer o pagamento em espécie.

A maior parte dos participantes da pesquisa (63,84%), ou seja, cerca de seis em cada dez entrevistados, têm a intenção de comprar o presente exatamente na semana do Dia dos Pais, esperando possíveis reduções nos preços. Em seguida, com um percentual de 24,11%, aparecem os entrevistados que estão planejando realizar suas compras na primeira semana de agosto. Já 8,93% do total anteciparam as compras dos presentes aproveitando as liquidações de julho.

Em relação ao local das compras, 61,16% dos entrevistados pretendem adquirir os presentes nas lojas dos shoppings e 39,73% irão procurar as lojas localizadas no Centro de João Pessoa. Em seguida vêm as lojas de bairro (10,71%) e internet (7,14%).

A pesquisa também abrangeu os fatores que os consumidores levarão em consideração no momento da compra e as formas de economizar no presente.

Quanto ao perfil dos entrevistados, a faixa de renda de 49,53% é de até dois salários mínimos. Os consumidores com renda entre dois e quatro salários mínimos aparecem com 20,52% e acima de dez salários mínimos estão em menor número de pessoas entrevistadas com 2,12%. Declararam não possuir qualquer rendimento 14,15% dos entrevistados.

Fonte: G1 PB

Comentar

Seu endereço de email não será publicado.Campos marcados são obrigatórios *

*